13 janeiro 2010

Os grandes jogos da década: Through the ages, a story of civilization




A busca pelo jogo de civilização jogável em 3 horas é antiga e tem associado um longo registo de desastrosos falhanços. Com o tempo, transformou-se numa espécie de busca pelo Santo Graal, em que embarcaram muitos designers, com maior ou menor renome. Through the Ages: a story of civilization é a tentativa de Vlaada Chvatil, o prodígio Checo que tomou o mundo dos jogos de tabuleiro de assalto há 4 anos atrás.

E, deixem-me anunciar a nova: o Santo Graal foi encontrado!

Neste jogo que, como o próprio Chvatil sempre assumiu, bebeu inspiração no Civilization III para computador, os jogadores vão presidir aos destinos de uma civilização, ao longo de milhares de anos de história. E vão ter de tratar tudo: economia, ciência, guerra... tudo terá de ser gerido com muito cuidado e habilidade. Grandes líderes vão surgir, para auxiliar os jogadores nesta tarefa e magníficas maravilhas serão construídas.

Chvatil, que esteve muitos anos a desenvolver e aperfeiçoar este jogo, fez algumas opções pouco convencionais, em que a mais chocante é talvez a ausência de mapa. Mas deixem-me deixar isto bem claro: na minha opinião pessoal, resulta tudo perfeitamente! Um mapa traz muitos problemas difíceis de resolver, num jogo deste tipo que a sua eliminação resolveu com elegância. A forma como a parte militar está implementada, forçando os jogadores a não a descurarem, sob pena de estarem completamente tramados, e servindo por isso de regulador de todo o jogo é também brilhante.

O tempo de jogo ronda as 3 horas, mais coisa menos coisa, e são 3 horas que passam a voar, sem se dar por ela.

É provavelmente a obra prima de Vlaada Chvatil e isso não é dizer pouco, uma vez que este checo demoníaco tem lançado muita coisa boa... e é provável que volte a aparecer nesta rubrica.

7 comentários:

vch disse...

Sem duvida um grande jogo. No entanto, as 3 horas para a versão completa parecem-me um bocado optimistas: a 3 jogadores só se eles forem rápidos e já souberem jogar bem. Tambem brilha bastante a 2 com um menor downtime (para mim a unica desvantagem do jogo). Extremamente temático, recomenda-se!

zorg disse...

As 3 horas era a pensar em 2 jogadores. :P

Com 3, é preciso apontar para as 3 horas e muito, 4.

Anónimo disse...

Que gozo que é voltar a ler estes posts. Sff não pare!

Hugo Carvalho disse...

Joguei só uma vez mas pareceu-me muito porreiro. Tenho pena de não o voltar a jogar, mas o tempo que demora é proibitivo nesta fase de paternidade. :)
Apenas não gostei do Downtime que eu acredito que seja bastante reduzido com a experiência.
Em todo o caso é uma boa escolha para um dos jogos da década.

Anónimo:
Não pararemos. :)

Vital disse...

Ao tempo que não passava por aqui.
É com prazer que vejo que este ano o blog voltou em força.

Hugo Carvalho disse...

isto é só para enganar.
Seja como for espero que seja este ano que possamos dar 5 estrelas ao vinicila.

isaque777 disse...

Manual em Português disponível http://goo.gl/aujbST