20 outubro 2006

Essen report #1

Essen já começou, bomba e recomenda-se! O blog entra por isso em modo CNN! Mais posts, mais informação e menos poesia! Quando a feira terminar, o blog regressa ao habitual modo Canal Parlamento, com ficção, imaginação e lirismo a rodos e para todos!

Bom buzz

Graenaland parece estar a ser um dos primeiros sucessos de Essen deste ano. Segundo Rick Thorquist, a dominatrix impiedosa das notícias de jogos de tabuleiro, foi um dos jogos mais vendidos durante o primeiro dia e tem surpreendido pela qualidade e beleza de alguns dos seus componentes (as fotos pré-Essen que existiam referiam-se a um protótipo), para além da jogabilidade, claro. Tem vendido que nem tremoços, numa festa da imperial!

- Walhalla!
- Santinho!
- Disseste, Fernando Santinho?
- Não, pá estava a desejar-te saúde.
- Mas eu não espirrei!
Bom, adiante que isto não é para ter poesia! Às vezes esqueço-me! Walhala tem Vikings, tem mecanismos originais, joga-se depressa e parece que é mais um promissor medium weight game. Foi também um dos sucessos do primeiro dia e merece um olhar mais atento.

O Notre Dametinha sido relegado para o canto dos jogos-leves-bons-para-servir-de-gateway-mas-maus-para-tudo-o-resto, depois das primeiras impressões falarem numa classificação baixa, na escala de complexidade da Alea. No entanto o grande repórter teve oportunidade de jogar isto e ficou maravilhado! Disse as palavras mágicas ("este é um gamer's game!") e diz que o vai comprar de certeza! Quando um gajo que vive de escrever sobre jogos e tem 600 ou 700 jogos na sua colecção privada, diz que vai comprar mais um "de certeza!" isso é motivo suficiente para eu dizer: vou olhar para ele com atenção, de certeza!

Mau buzz

Project Skyline! O nosso Rick jogou e detestou tanto, que teve de sair a meio enquanto vomitava, largava espuma pelo nariz e era acometido de convulsões histéricas incontroláveis! Ausência de estratégia, ausência de decisões relevantes... ausência de jogo, diria eu! Parece que se resume a lançar dados e a rezar para que a sorte nos ajude. A evitar!

Curtas

Fórmula Dé vai ser reprinted lá mais para o natal. Segundo os designers, esta vai ser a última reimpressão do jogo. Mas - e esta é a parte melhor - parece que vai surgir uma nova e melhorada versão no ano que vem. Isto interessa-me porque se conseguirem resolver os problemas do jogo (a duração, principalmente) e modernizá-lo um pouco, sou gajo para comprar esta nova versão! O Fórmula Dé Mini é giro, mas é demasiado light.

E o melhor fica para o fim: Karl Heinz Schmiel, o lendário criador de jogos de culto como, "Mamã, onde está o meu pepino?", ou "Vamos todos à escola com o pequeno ursinho fofinho"... não, estou a gozar, como é óbvio! Outra vez: o lendário criador de jogos de culto como Die Macher, ou Extrablatt, vai lançar um novo jogo, a ser publicado pela Rio Grande! Schmiel é conhecido por criar verdadeiros gamer's games, complexos e estimulantes, pelo que o meu interesse nesta nova criação é elevado! Este rapaz não faz brinquedinhos para meninas, faz jogos de homem! Pode ser que se entusiasme e decida também fazer uma reedição do Extrablatt, que tem sido um dos jogos que mais tenho perseguido, sem sucesso até hoje. Tudo isto me inspira para jogar Die Macher um destes dias... só falta encontrar as vítimas...

E por agora é tudo. Venham cá, de vez em quando, que é provável que encontrem mais novidades!

Zorg, ouvar ende áute!

2 comentários:

Hugo disse...

Podem conferir todo o ambiente que se vive em essen neste video:
http://www.youtube.com/watch?v=PxaMwJgD8Zg&eurl=

Costa disse...

Outros jogos que estão a deixar boa impressão são:
DIE SAULEN DER ERDE
e MIDGARD (dizem que é uma versão light de Caylus. Cheira-me bem!)